Notícias do Regional

IV Jornada de Pastoral

Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e dezoito, às nove horas da manhã na Casa de Teologia Sagrado Coração de Jesus, demos início à quarta Jornada de Pastoral tendo por tema A Iniciação à Vida Cristã, e lema:. Realizamos, com a participação de todos os seminaristas das três casas formativas: Seminário Propedêutico São João Paulo II; Casa de Filosofia Dom Edilberto Dinkelbog e Casa de Teologia Sagrado Coração de Jesus, a Festa da Inscrição, organizada pela turma do primeiro ano de Filosofia como primeira parte de nosso encontro.

A seguir, todos se dirigiram ao auditório Padre Fábio Bertagnolli onde, conduzidos pela turma do primeiro ano de Teologia, fizemos uma breve celebração orante. Após a oração, a palavra foi dada ao diretor de Pastoral do Seminário Interdiocesano, padre João Paulo Moreira Santos que acolheu a todos, expressando a alegria em poder contemplar os frutos das Jornadas anteriores e agradecendo aos demais padres formadores e aos formandos pelo trabalho e empenho na concretização desse rico momento que ganhou destaque no calendário formativo. Depois o assessor convidado, padre Antônio Francisco Lelo, iniciou a exposição do tema.

Segundo ele, falar de iniciação à vida cristã é falar do caminho essencial a qual todo cristão é convidado a trilhar. O momento presente nos remete aos primeiros tempos da Igreja primitiva, onde o cristão fazia a diferença aonde estivesse pois a fé recebida no batismo nos leva a agir desafiadoramente. Assim, a compreensão da vida passa a ser pautada na mensagem de Cristo, que se aproxima de nós com coração humilde e oblativo e nos convida a caminhar com Ele e entrar em contato com seu Mistério. A caminhada não é fácil, mas com o auxílio do Espírito Santo somos fortalecidos, tendo como modelo Maria Santíssima, a discípula que se colocou à disposição da vontade do Pai e agiu como verdadeira seguidora de Cristo.

A iniciação é voltar às fontes, à raiz. O importante não é ser padre ou bispo, mas é viver a Páscoa, ou seja, morrer e ressuscitar com Jesus, se identificando com sua pessoa e assim ressignificando a própria vida. Somos felizes à medida que vivemos mais intensamente a vontade de Deus que consiste no amor, e os sacramentos da Iniciação Cristã (Batismo, Crisma e Eucaristia) nos leva a participação plena no Mistério Pascal. A meta do itinerário não são os sacramentos, mas à verdadeira vivência dos sacramentos. O método catequético da Iniciação Cristã consiste basicamente: no mistério da fé anunciado, celebrado e vivenciado, de modo que não se pode separar Catequese e Liturgia. O sacramento ocorre gradualmente durante o processo catequético, onde se realiza a Mistagogia, a introdução progressiva no Mistério Pascal de Cristo. É preciso eliminar a separação entre Catequese e Liturgia pois a Palavra anunciada é a Palavra celebrada. O anúncio deve ser feito com alegria e convicção. Após a primeira exposição, o assessor deu espaço à perguntas que foram prontamente respondidas. Por fim, três palavras devem ser ressaltadas: Discipulado, Mistagogia e Querigma.

Às quatorze horas e trinta minutos, no mesmo auditório, demos continuidade à nossa Jornada com o Rito de Acolhida ao Catecumenato, preparado pela turma do quarto ano de Teologia, e presidido pelo diretor espiritual da Casa de Filosofia padre Francidilso. Logo após a celebração foi passado o vídeo com a saudação de dom Juarez, bispo diocesano de Parnaíba e referencial para a Catequese, por ocasião de sua ausência no evento. Em seguida padre Lelo continuou a conferência ressaltando o Pré-Catecumenato como lugar do primeiro anúncio, este feito com uma forma própria. Nossa consciência de fé deve ajudar-nos a anunciar aquele que é a razão de nossa vida, Jesus.  A Palavra de Deus possui força dada pelo Espírito Santo, e por isso deve ser anunciada com clareza e convicção assim como o Querigma e a Mistagogia. É necessário ter consciência de que em Deus tudo é presente, nada é passado. Destacou o Rito de acolhida e o sinal-da-cruz feito pelo presidente e os catequistas, além de ressaltar a unidade dos três sacramentos: Batismo, Confirmação e Eucaristia. Percorrer o caminho da Iniciação é optar e acolher a Cruz.

Após o coffee break, houve o Rito de Eleição dirigido pela turma do terceiro ano de Teologia. Depois padre Lelo prosseguiu aprofundando o sentido do Rito. Essa celebração evoca a responsabilidade de quem dá o nome. O movimento de entrega na Páscoa de Cristo. É preciso começar um movimento diferente. É preciso valorizar a Páscoa na catequese. A eleição é feita para a participação nos sacramentos pascais. É preciso superar a teologia da prosperidade, que despreza, esconde a cruz. Esta, ao contrário, é a única capaz de nos aproximar de Deus. O movimento do Batismo é morrer, é ser crucificado com Cristo, para ressuscitar com Jesus. A cruz é necessariamente sinal de libertação. À noite, após o jantar, fizemos a Celebração da Luz preparada pela turma do segundo ano de Filosofia e turma do Propedêutico.

No dia seguinte, domingo, retomamos nossa programação com a celebração Mistagógica preparada pelas turmas do terceiro ano de Filosofia e segundo ano de Filosofia às oito horas e vinte minutos. Em seguida, no auditório, o assessor padre Lelo continuou a exposição aprofundando o tema da Mistagogia. O símbolo deve falar profundamente, mais do que palavras. Pensemos em quantos que perduram na História devido a gestos que realizam. O símbolo é uma realidade intermediária entre o imanente e o transcendente. A linguagem simbólica da Liturgia nos coloca em contato com o Mistério, e a Catequese nos direciona para ele. Não podemos reduzir a Liturgia a simples cerimônia representativa. Temos que recuperar o sentido espiritual dela. Cristo, o Sacramento total, se faz visível para nós através da celebração dos sacramentos. Há quatro passos que nos ajudam a realizar a análise simbólica: sendo um só símbolo, apontar o sentido comum; a visão do símbolo no Antigo Testamento trazendo para o Novo onde se realiza em Jesus; invocação do Espírito Santo sobre ele e apontar a necessidade da resposta humana à ação divina.

 

Yago Rodrigues de Jesus Waquim

José Enéas de Arêa Leão Arrais

Secretários

Tags

Instagram

Redes Sociais

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos!

Parceiros

Em Romaria