Notícias das Comissões

Pastoral Carcerária promove formação para novos agentes

No próximo dia 21 de outubro a Pastoral Carcerária promoverá uma formação para novos agentes. O encontro tem o objetivo de conquistar novos missionários para o serviço. O salão paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Fátima, localizada no bairro Santa Fé sediará o momento que deve iniciar às 14:30h, seguindo até as 18h. Em pauta, a importância da doação para contribuir com a conversão dos irmãos encarcerados.

Hoje a Pastoral conta com pouco mais de 20 agentes para dar assistência a uma população carcerária que ultrapassa 4000 pessoas. Isso reforça a necessidade de contribuir para a formação de uma sociedade efetivamente fraterna que, de acordo com o coordenador da Pastoral, diácono Paulo Weidson, “passa, essencialmente, pela eliminação de toda e qualquer forma de cárcere. O cárcere não é sinônimo de segurança, de paz e de justiça. Por isso, o trabalho evangelizador da Pastoral Carcerária tem sentido e significado profético à medida que não perde seu objetivo maior: a busca de um mundo sem cárceres!”, afirmou.

Todo o trabalho da pastoral gira em torno de duas dimensões: a evangelização e a construção da cidadania. E a programação do dia 21 de outubro vai esclarecer sobre a importância da missão de servir , assim como também “queremos também selar essa parceria através da oração. Pois é orando pelo bem do irmão que estamos de fato dizendo sim ao convite do Senhor que sempre se faz presente e nos motiva para uma caminhada de evangelização”, reforça.

A evangelização traduz-se como anúncio e prática de um amor que se origina em Jesus Cristo e atinge toda e qualquer pessoa. “Trabalhamos e educamos rumo a uma liberdade de comunhão e solidariedade. Somos comprometidos com a conversão para o exercício de um amor despojado de posturas egoístas, individualistas, exploradoras e corruptas, a partir da meditação e da celebração do Novo Testamento. A construção do Reino de Deus deve se fazer presente na sociedade através de uma ética centrada nos valores: solidariedade, misericórdia, conversão, perdão, cura, não violência. Vamos dessa forma testemunhando a justiça e o amor divinos nas formas do respeito e do compromisso de construir uma nova cidadania e uma nova sociedade, que tem seu fundamento na graça e misericórdia de Deus, em Cristo”, esclarece o coordenador da Pastoral Carcerária Arquidiocesana.

Através dessas ações, a Pastoral Carcerária busca ainda ser um canal de interlocução entre as populações carcerárias e familiares por um lado, e o Estado e a sociedade, por outro. “Lidamos com sofrimentos, conflitos e frustrações e os vamos conduzindo por caminhos em que o amor de Deus, em Cristo, vai curando o ser de cada um.  A Pastoral Carcerária quer que cada ser humano encontrado no sistema tenha a possibilidade de ser atingido pela ressurreição de Jesus e se torne um novo ser humano”, finalizou.

O trabalho desenvolvido pela Pastoral Carcerária inclui visitas às cadeias, presídios, penitenciárias, em cumprimento da Palavra de Deus: Eu estava preso, e vocês me visitaram (Mt 25,36). E se você também deseja doar um pouco do seu tempo ao trabalho de evangelização junto aos encarcerados, fique atento ao endereço do local onde será realizada a formação:

Salão Paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Rua Araruna, 8215 Bairro Santa Fé

Telefone: (86) 99964-9282

Por Vera Alice Brandão (Arquidiocese de Teresina)

Sobre o autor

Assessoria de Comunicação

Assessoria de Comunicação

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Redes Sociais

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos!

Parceiros

Em Romaria