Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Arquidiocese de Teresina deu início, em evento realizado no auditório Paulo VI, à Semana de Liturgia. O público presente era o composto principalmente por membros das equipes de liturgia paroquiais que debateram, juntos, o tema “Dentro do Mistério de Cristo”.

“A resposta das equipes de liturgias das paróquias foi bastante positiva. Agora, podemos aproveitar a proximidade com o momento de fé que acabamos de viver [Páscoa]. Esse é o objetivo da nossa fé, que é o Jesus Ressuscitado”, explica o coordenador da Comissão Arquidiocesana de Liturgia, Edvaldo Barbosa.

No encontro, o objetivo maior era afinar o discurso de todas as paróquias e prezar pela unidade litúrgica em nossa Arquidiocese, principalmente durante as celebrações eucarísticas. A programação teve início com a fala do vigário-geral padre Tony Batista que apresentou reflexões acerca do tema “Cristo – Mistério Pascal”. A partir do evento, o trabalho começa também nas paróquias.

“Nosso desejo é que a liturgia seja cada vez mais viva, assim como é o nosso Cristo Ressuscitado. Os participantes presentes vão ser esses primeiros evangelizadores. Eles vão voltar para as suas realidades levando a palavra viva para as comunidades”, conta a membro da Comissão Arquidiocesana de Liturgia, irmã Nélia de Oliveira.

Mas o grande destaque da Semana de Liturgia ficou mesmo com os paroquianos. Cada matriz pode enviar quatro participantes. Após a capacitação, eles vão ser os responsáveis por multiplicar conhecimentos nas paróquias de origem.

“Vim para aprender mais e, principalmente, ter conhecimentos para passar para a comunidade. O que desejo é ver nossa igreja cada vez melhor e com o povo cada vez mais engajado”, explica a paroquiana da comunidade Imaculada Conceição, no residencial Jacinta Andrade, Helena Viana