Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Arquidiocese de Teresina está realizou durante todo o domingo 21 no Colégio Diocesano a Assembleia da Caridade, cujo tema é “Deus ama quem dá com alegria”. 2 Cor 9,7. O evento reuniu mais de 500 pessoas e foi uma oportunidade para que elas conhecessem mais de perto os serviços, projetos e pastorais da Arquidiocese. Segundo o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, a decisão de tornar visível a riqueza da nossa igreja partiu de uma conversa com um leigo e ganhou força com o apoio dos movimentos. “Os leigos podem ser a voz de Espírito Santo no coração do bispo. Essa assembleia é uma prova disso. A caridade é universal, fala todas as línguas. O sentido mais radical da caridade é o desenvolvimento integral do ser humano. A igreja se dedica ao serviço da promoção humana em todas as suas dimensões.”

Em sua fala, o arcebispo lembrou ações da igreja que ajudaram a mudar a sociedade como o projeto Ficha Limpa, na qual mais de 80% das assinaturas foram colhidas pela Igreja Católica. “Mais de 66 políticos já foram depostos de seus cargos desde que a Lei 9840 foi criada. Nós paramos as atividades em uma reunião da CNBB para ligar para os políticos de nossos Estados e dizer a eles que estávamos atentos ao voto deles com relação a esse projeto. O resultado foi tão bom que foi aprovado quase que com unanimidade”, ressaltou Dom Jacinto.

Durante a Assembleia, 25 grupos e entidades como a Ação Social Arquidiocesana, Pastoral Carcerária, Diaconia da Saúde, Pastoral do Povo de Rua, Fundação da Terra, Cáritas, entre tantas outras apresentaram o rosto da igreja de Teresina. Ao falar sobre a importância do trabalho desenvolvido pela Arquidiocese de Teresina, o vigário geral Padre Tony Batista disse que ela foi a que mais investiu em promoção humana no Brasil no ano de 2012, mais até do que as Arquidioceses do Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. “As coisas começam a existir  à medida que elas são comunicadas. Nós queremos aqui nos conhecer, não para nos autopromover, mas louvar a Deus pela doação de milhares de pessoas nos mais diversos serviços da igreja. Essa assembleia é para nos fortalecer na missão de agir com caridade”, afirmou o vigário.