Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Arquidiocese de Teresina realizou neste fim de semana, dos dia 13 a 15 de novembro, a XIV Assembléia Arquidiocesana de Pastoral. O encontro que reúne todo o Clero ( Bispos, Padres e Diáconos) teve como tema central “Igreja: Casa da Iniciação à Vida Cristã”.  Esse é um importante momento para a Igreja Católica já que o ato visa elencar (escolher) as três prioridades que serão trabalhadas no próximo biênio (2016-2017).

 

A XIV Assembléia Arquidiocesana aconteceu no Ginásio do Colégio Diocesano e teve como  assessor Padre Amadeu Matias Bernardes Filho e o Casal Francisco Leonardo e Aldecy Dantas membros da coordenação de Catequese e na ocasião poderão  compartilhar suas experiências de iniciação à vida cristã. A programação teve início na sexta (13) a partir das 14:30h encerrando às 20h. No sábado (14) a programação segue com trabalhos em grupo.

 

Para Edmilson Alves “A Igreja toma como modelo a Iniciação Cristã dos Adultos, porque ali se encontra a pedagogia do Catecumenato. Este é um caminho de formação da identidade cristã, marcada por etapas progressivas, que culminam na celebração dos sacramentos do batismo, confirmação e eucaristia para levar a vivência da fé. Nós temos a missão de seguir as orientações do Santo Papa que nos pede e nos conduz para um caminho sem preconceitos e de acolher a todos sem distinção. Assim devemos entender que a salvação é para todos” explica.

 

No domingo (15), a programação continuou com a realização da II Assembléia do Povo de Deus. O ato é será em seqüência a Assembléia Arquidiocesana, momento que terá a coordenação da pastoral familiar. Como no biênio 2013 – 2015 ficou definido como temáticas de trabalho a família, missão e formação. A assembléia no domingo é uma celebração. Durante todo o ano as atividades e liturgias foram voltadas para a importância da família e da evangelização.

 

A Assembléia teve como tema “ A vocação e a missão da família na Igreja, no mundo de hoje”. Esse momento é mais aberto já que aumenta o número de representes de movimentos, organismos, associações, institutos, áreas pastorais, capelanias e serviços.