Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Presidente do Regional Nordeste 4 e Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito e o bispo da diocese de Picos e referencial na comunicação do Regional, Dom Plínio Luz concederam entrevista coletiva. Abordaram o tema central e prioritários da 26ª Assembleia Regional de Pastoral

Ouça a entrevista:

 

2ª dia de Assembleia Regional de Pastoral

O 2º dia de Assembleia Regional de Pastoral, começou às 7hs com a Oração da Manhã conduzida pela Equipe Diocesana de Floriano (PI).

Às 9hs começou um debate sobre a conjuntura brasileira, conduzida pelo jurista Marcelo Mascarenhas. Sob uma visão jurídica e eclesial analisaram o processo de impeachment no qual culminou com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, a crise migratória que está acontecendo no mundo, disse “Não estão procurando melhores condições de vida, estão procurando vida”. E essa crise se fundamenta numa crise econômica. Por fim, analisaram as questões das desigualdade sociais e a governabilidade brasileira.

O Coordenador de Pastoral da Diocese de Mariana (MG), Pe. Geraldo Martins, falou sobre a Igreja e alguns desafios da realidade e o tema central da 26ª Assembleia Regional de Pastoral do Regional Nordeste 4, “Misericórdia, Justiça e Paz”, disse “Temos que tornar a misericórdia algo palpável, através da justiça uma realidade que seja universal, para todos. E através da paz se torne algo real, concreto e realizado”.

A oração da tarde, foi presidida pela Equipe Diocesana de Campo Maior(PI), administrada pelo Pe. Duarte.

O bispo auxiliar de Parnaíba (PI), Dom Juarez Sousa, levou à tona um dos temas prioritários da assembleia “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – Sal da Terra e Luz do Mundo”. O texto foi aprovado pelo episcopado brasileiro durante a 54ª Assembleia Geral da CNBB, ocorrida em abril, em Aparecida (SP). De acordo com o bispo coadjutor e vice-presidente do Regional Nordeste 4, o Documento 105 segue a metodologia Ver, Julgar e Agir e divide-se em três capítulos, sob a perspectiva de afirmação dos cristãos leigos e leigas como verdadeiros sujeitos eclesiais. Citando o marco histórico eclesial da comunidade da vida dos cristãos leigos e leigas. O documento lança um olhar a partir do Concílio Vaticano II.

 Durante a tarde foram montados 6 grupos para estudos e avaliação da assembleia.

Missa Eucarística

A Santa Missa Eucarística celebrada às 18:30, foi presidida por Dom Juarez, bispo coadjutor de Parnaíba (PI) e concelebrada por Dom Alfredo Schaffler, bispo de Parnaíba (PI). Na homilia, Dom Alfredo abordou a história do cobrador de impostos, que na época era considerado pecador e lembrou-se da misericórdia de Jesus para com o cobrador. E indagou a Igreja “Até que ponto nos deixamos sugar por este mundo?” Segundo o bispo, no momento de reflexão sobre a assembleia questionou leigos e leigas, bispos, padres e diáconos “Qual é o rosto da nossa Igreja? Nós somos mais para o mundo ou para Deus? A misericórdia deve ser a grande meta na nossa vida. Ela é exatamente o que queremos”.

A Oração da Noite foi conduzida pela Equipe diocesana de São Raimundo Nonato (PI), sob orientação de seu bispo, Dom Eduardo Zielski.

Confira as fotos do 2ª dia de Assembleia Regional de Pastoral da CNBB NE4