Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

“Quero uma Igreja missionária, solidária e que saiba ouvir!”, com esse refrão cantado pela Assembleia, os bispos do Brasil deram início, em Aparecida (SP), ao 53º encontro do episcopado do país. O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal dom Raymundo Damasceno pediu as bênçãos para os trabalhos que se realizarão do dia 15, até o dia 24 de abril.

Alguns objetivos dessa assembleia foram previamente anunciados pela CNBB: a revisão das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil; a ação dos leigos na Igreja; e as eleições gerais para os serviços da presidência e das comissões episcopais. Além disso, serão eleitos os delegados da Conferência para o Sínodo dos Bispos e do Conselho Episcopal Latino Americano (Celam). As eleições, novamente, serão feitas por meio de urnas eletrônicas.

O prefeito da cidade de Aparecida, Antônio Marcio de Siqueira, e o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, deram suas palavras de boas-vindas aos bispos. “Gostaríamos de convidar os senhores para fazer uso do teleférico para ir rezar no Morro do Cruzeiro”, acrescentou o reitor.

Representando o Regional Nordeste 4, participam os bispos das oito dioceses: Teresina, Bom Jesus, Campo Maior, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Picos e São Raimundo Nonato.

888