Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Nesta quarta-feira (4), o Papa Francisco nomeou o bispo diocesano de Floriano (PI), Dom Valdemir Ferreira para assumir a Diocese de Amargosa (BA). A posse acontecerá no dia 3 de julho, na Catedral de Amargosa.

Dom Valdemir Ferreira divulgou uma carta à Diocese de Amargosa. Confira, abaixo, a íntegra da carta.

MENSAGEM DE DOM VALDEMIR FERREIRA DOS SANTOS

PARA O “POVO DE DEUS” QUE ESTÁ NA DIOCESE DE AMARGOSA

 

 

Caríssimos irmãos e irmãs,

Neste Ano Santo da Misericórdia o Papa Francisco me nomeou, por Graça de Deus e pela sua missão Petrina de confirmar os irmãos na Fé (Lc 22,32), Bispo da Diocese de Amargosa.

Dirijo-me com alegria e esperança reavivadas ao meu estimado irmão no ministério episcopal Dom João Nilton dos Santos Souza, que zelosamente serviu e pastoreou esta Igreja por toda a sua vida como fiel Leigo, Sacerdote e Bispo, ao meu irmão no sacerdócio Padre Almiro Rezende Peixoto – Administrador Diocesano, aos demais Irmãos no Sacerdócio, Diáconos, Religiosos (as), Seminaristas, Consagrados (as), Catequistas, Ministros da Palavra nas Comunidades Eclesiais de Base, Coordenadores de Pastorais e Movimentos, Anciãos, Jovens, Crianças, Homens e Mulheres de boa vontade, enfim, a todo o “Povo de Deus” que está na Igreja Particular de Amargosa.

Dou graças a Deus, Senhor da vida, por todos vocês em minhas orações. A fé ativa, a firme esperança que vocês depositam no Ressuscitado e o amor capaz de sacrifícios (1Ts 1,3) ecoam também no templo do meu coração. Sempre soube que a Igreja Particular de Amargosa é viva, acolhedora e missionária. Como Igreja em “saída” e “cidadã do Reino” favoreceu e organizou a criação de outras duas Dioceses. Sou originário de uma delas, a Arquidiocese de Vitória da Conquista. Quero também dizer-lhes que meus familiares maternos têm suas origens no “Vale do Jequiriçá”.

Apesar dos desafios da vida, somos sempre convidados a dar razão da nossa esperança em Jesus Cristo “como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa…”, portanto, enchemo-nos da alegria do Evangelho, como a experimentaram os discípulos de Jesus, o próprio Mestre (Lc 10,17.21) e os primeiros convertidos à pregação dos Apóstolos (At 2,12), para permanecermos firmes no propósito da cultura da vida e do encontro, com Jesus de Nazaré e com os irmãos e irmãs, especialmente os mais necessitados de misericórdia, pois, como sabemos, a intimidade da Igreja com o Senhor é itinerante e nos remete à comunhão missionária.

Impulsionados pelo Espírito Santo, vamos continuar a sonhar juntos e realizar nossos sonhos de fazer a Vontade do Pai Misericordioso (Mt 25,31-46; Lc 15,11-32), como discípulos missionários de Jesus Cristo que nos chama e nos envia, desde o nosso Batismo, a percorrer o seu caminho e, n’Ele, proclamar “a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação” (DAp 103), para que tudo o que fizermos seja para a “glória de Deus Pai, para o nosso bem e da Santa Igreja”.

Confio nossa missão de Pastor a Nossa Senhora do Bom Conselho, mãe da Misericórdia, para que a doçura do seu olhar nos acompanhe “para podermos todos nós redescobrir a alegria da ternura de Deus!” (MV n. 24).

A todos minha bênção e o meu afetuoso e paternal abraço.

Floriano, 04 de maio de 2016.

Dom Valdemir Ferreira dos Santos

Bispo eleito de Amargosa.

MENSAGEM DE DOM VALDEMIR FERREIRA DOS SANTOS