Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Na “Live de Quarta” de hoje, 29, a Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai tratar dos temas “Projeto de Vida, Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Ensino Religioso”. A transmissão ao vivo terá início às 19h, no canal da Comissão no Youtube.

São os convidados para esta edição a professora Cristiane Noel, integrante do Grupo de Trabalho do Ensino Religioso da CNBB; Vanessa Correia, autora do livro “Projeto de Vida – Um itinerário metodológico de esperança”; e o professor, pesquisador e escritor Sérgio Junqueira.

De acordo com o assessor do Setor Ensino Religioso da Comissão para a Cultura e a Educação da CNBB, padre Eduardo Fernandes da Rocha, o enfoque central da live desta quarta é entender o projeto de vida a partir da BNCC e o que, especificamente, o Ensino Religioso poderá contribuir, “lembrando que o projeto de vida não é exclusividade do Ensino Religioso, mas como ele está presente em toda a formação básica aqui no Brasil, então especificamente como o Ensino Religioso pode contribuir com essa competência geral”.

 

Sobre o tema

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), de acordo com o Ministério da Educação, é um documento de caráter normativo que define “o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica, de modo a que tenham assegurados seus direitos de aprendizagem e desenvolvimento, em conformidade com o que preceitua o Plano Nacional de Educação (PNE)”.

Padre Eduardo Fernandes da Rocha, indica que o projeto de vida está contido na BNCC como uma das competências gerais que devem ser trabalhadas durante toda a formação dos estudantes no ensino básico. “Nós entendemos o projeto de vida como um exercício mental em que o estudante vai lidar com diferentes realidades da sua vida, considerando duas realidades: o ‘eu real’ e o ‘eu ideal’. E esse exercício tem como finalidade a realização plena da pessoa, pensando na educação integral”, explica.

Assim, o projeto de vida lida com a habilidade do aluno de fazer, segundo padre Eduardo, “uma espécie de cálculo ou dimensionamento dos seus desejos, dos seus sonhos, expectativas, tendo em vista a sua realização pessoal”.

“E Na BNCC diz que a finalidade da construção do projeto de vida, não está ligado somente a uma preparação para o mercado de trabalho, mas ao desenvolvimento de diferentes competências, habilidades e que não visa apenas uma espécie de profissionalização precoce. Ao contrário, a BNCC literalmente afirma que o projeto de vida supõe o desenvolvimento de competências que possibilitem aos estudantes inserir-se de forma crítica, criativa e responsável em um mundo do trabalho cada vez mais complexo e imprevisível”.

 

Acompanhe, ao vivo, a partir das 19h:

Tags: