Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Foi realizada na manhã desta quarta-feira (09) no Plenário da Câmara Municipal de Teresina, uma Sessão Solene de homenagem ao Ano do Laicato no Brasil de proposição da vereadora Cida Santiago (PHS).

O Laicato é o conjunto dos cristão leigos e leigas, aqueles que têm o chamado de viver como cristão na sociedade e no mundo.

Como cristão leigo discursou na Sessão, o advogado e coordenador arquidiocesano e estadual do Ministério de Fé e Política da Renovação Carismática Católica, Gilmar Bruno que falou um pouco sobre a missão do direito perante a sociedade. “Temos que levar a mensagem de salvação por meio de toda e qualquer profissão ou atividade no meio social pois esta  mensagem é conhecida através de nossos atos e práticas, vivendo retamente sem dar contra testemunho”, destacou Gilmar.

Para a vereadora Cida a proposição desta solenidade nasceu a partir do chamado da Igreja para o ano de 2018 ser vivido como o Ano do Laicato com o tema “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”. “A nossa missão como cristão é de sermos discípulos missionários, dando a nossa vida em prol do outro. Precisamos amar como Jesus viveu, falar como Jesus, viver como Jesus viveu, sentir como ele sentiu, levando adiante este Cristo vivo que está em todos nós. Ainda temos a missão de saimos ao encontro dos mais necessitados para termos cada vez mais uma sociedade igualitária”, definiu a vereadora.

A Arquidiocese de Teresina foi representada pela presidente do Conselho Nacional do Laicato no Brasil (CNBL) no Regional Nordeste IV ao qual abrange todas as oito dioceses do Piauí, Wanda Pereira falou que que assim se expressou: “sem a presença do Leigo na Igreja, não é possível a Igreja ser edificada. O papa Francisco a cada dia vem discutindo e refletindo sobre a vivência deste ano com o destaque maior para os leigos. Sem os leigos e leigas a Igreja não vai para a frente, não anda e não acontece”, finalizou Wanda.

Participaram também da Sessão, representando a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Piauí (OAB-PI), Sâmio Falcão, os padres, João Paulo, coordenador das Pastorais do Povo de Rua e Carcerária e o capelão da capela de São Miguel Arcanjo, João Matos.

Veja Também