Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A celebração da santa missa solene de Corpus Christi, nesta quinta-feira (16 de junho), na cidade de Barras-PI, abriu o tríduo pelo Sínodo dos bispos, na Diocese de Campo Maior. O bispo, Dom Francisco de Assis Gabriel dos Santos (CSsR) presidiu a Eucaristia, na presença do Clero diocesano.

“Com esta celebração nós abrimos em nossa diocese o tríduo pelo Sínodo da Igreja ou Sínodo dos bispos. Nas missas da matriz e nas capelas onde houver, rezem, coloquem as intenções pelo Sínodo dos bispos. E no domingo, ou sábado, conforme a sua paróquia, aquela reunião com os evangelizadores, com leigos e leigas para avaliar e até mesmo terminar o processo de escuta  conforme já conhecemos. Então essa celebração de Corpus Christi sinaliza que hoje começamos o tríduo pelo Sínodo da Igreja”, orientou Dom Francisco aos padres presentes.

Sínodo dos bispos

Toda a Igreja está convocada pelo papa Francisco a percorrer o caminho rumo ao Sínodo (outubro 2023): “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. Assim, ele convida a Igreja inteira a se interrogar sobre um tema decisivo para a sua vida e a sua missão: “O caminho da sinodalidade é precisamente o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milênio”.

Sinodalidade é o esforço coletivo e a busca contínua de aprendermos a “caminhar juntos” como irmãos e irmãs que somos. É um jeito de ser Igreja pelo qual cada pessoa é importante, tem voz, é ouvida, capacitada e envolvida na realização da missão. Não se trata mais de estar uns sobre outros, mas de nos colocarmos entre iguais para juntos fazermos a experiência de fé, frente aos desafios internos e externos que se apresentam em nosso dia a dia.

Celebrações pelo cinquentenário da Diocese de Campo Maior iniciam em 2023 na cidade de Capitão de Campos

Ainda durante a celebração, Dom Francisco de Assis, falou sobre as comemorações pelo cinquentenário da Diocese de Campo Maior, que será celebrado no dia 12 de junho de 2026.

“Outra contextualização é que eu estou olhando para 2026, quando iremos comemorar os 50 anos da nossa Diocese. Próximo ano, 2023, é o primeiro ano do tríduo. Nada está preparado, mas sei que iremos celebrar. Por isso, no próximo ano nós nos encontraremos na Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Capitão de Campos, na solenidade de Corpus Christi. Mas por que Capitão de Campos?, Porque é a porta de entrada da Diocese. Quando se vem do norte, se entra por Capitão de Campos, então, dia 08 de junho, nos encontraremos já dentro da programação do Tríduo pelo cinquentenário, em Capitão de Campos”, encerrou.

Ryan Andrade – Com informações do site nacional da CNBB