Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

 

Dia diocesano de oração para superação da pandemia

1. Saudação (Hoje 25/03/2020 Oração ao meio dia e às 18h30)

+ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém! O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós.

Dirigente: Queridos irmãos e irmãs, hoje a Igreja celebra a Solenidade da Anunciação do Senhor. Em nossa diocese de Campo Maior, neste tempo de pandemia, este foi o dia especial de oração pela superação das dificuldades do tempo presente. Confiemos ao Senhor as nossas orações e peçamos a proteção divina.

Dirigente: Preparemos nosso coração para a graça de Deus atuar em nós. Confessemos os nossos pecados.

Todos: Confesso a Deus, Todo Poderoso, e a vós irmãos e irmãs que peguei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões. Por minha culpa, minha tão grande culpa. Peço a Virgem Maria, aos Anjos e Santos e a vós, irmãos e irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Amém

(Invocações cristológicas da terceira forma do ato penitencial da Missa segundo o Ritual para a Unção e Pastoral dos Doentes)

D — Senhor, que suportastes as nossas enfermidades e tomastes sobre Vós as nossas dores, Senhor, tende piedade de nós.  R. Senhor, tende piedade de nós.

D — Cristo, que Vos compadecestes da multidão e passastes fazendo o bem e curando os doentes, Cristo, tende piedade de nós.  R. Cristo, tende piedade de nós.

D — Senhor, que ordenastes aos vossos Apóstolos que impusessem as mãos sobre os doentes, Senhor, tende piedade de nós. R. Senhor, tende piedade de nós.

Oremos:

Pai do céu, dai-nos a graça de saber enfrentar serenamente e com fé a epidemia que ameaça a nossa vida e a de tantos dos nossos irmãos e irmãs. Que sejamos capazes de desempenhar responsavelmente as tarefas que nos esperam e que saibamos consolar os irmãos com a consolação que de Vós recebemos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

2. Evangelho (Lc 1,26-38)

D — O Senhor esteja convosco. — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. — Glória a vós, Senhor.

Leitor: Naquele tempo, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”. Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, porque para Deus nada é impossível”. Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.
3. Recomendação do papa Francisco

D. “Convido todos os Chefes das Igrejas e os líderes de todas as Comunidades cristãs, junto a todos os cristãos das várias confissões, a invocar o Altíssimo, Deus Todo-Poderoso, recitando simultaneamente a oração que Jesus Nosso Senhor nos ensinou. Portanto, convido todos
a recitar o Pai-Nosso ao meio-dia desta quarta-feira, 25 de março. No dia em quem muitos cristãos recordam o anúncio da Encarnação do Verbo à Virgem Maria, que o Senhor possa ouvir a oração unânime de todos os seus discípulos que se preparam para celebrar a vitória de Cristo Ressuscitado.”

Oremos:

T. Pai Nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, vem a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, não nos deixeis cair em tentação, mais livrai-nos do mal. Amém.

4. Súplica à Bem-Aventurada Virgem Maria, Saúde dos Enfermos

D. Virgem Mãe de Cristo e da Igreja, gerações de crentes confiantes em vós vos invocaram com o título de saúde dos enfermos. Olhai para nós, vossos filhos, nesta hora de preocupação e de sofrimento devido a um contágio que semeia receio e apreensão nas nossas casas, nos lugares de trabalho e de recreio. Vós que conhecestes a incerteza do presente e do futuro e com o vosso Filho também percorrestes as estradas do exílio, recordai-nos que Ele é o nosso caminho, verdade e vida e que só Ele, que com a sua morte venceu a nossa morte, nos pode libertar de todo o mal. Mãe dolorosa junto à cruz do Filho, também vós conhecestes a dor: suavizai os nossos sofrimentos com o vosso olhar maternal e com a vossa proteção. Abençoai os doentes, e quem nestes dias vive no temor, as pessoas que a eles se dedicam com amor e coragem, as famílias com os pequeninos e os mais idosos, a Igreja e a humanidade inteira. Ensinai-nos ainda, ó Mãe, a fazer em cada dia o que o vosso Filho diz à sua Igreja. Lembrai-nos, hoje e sempre, na provação e na alegria, que Jesus carregou sobre si os nossos sofrimentos suportou as nossas dores, e com o seu sacrifício acendeu no mundo a esperança de uma vida que não morre. Saúde dos enfermos, nossa Mãe e Mãe de todos os homens, rogai por nós. Amém.

5. Oração de consagração à bem-aventurada Virgem Maria do Divino Amor (Papa Francisco)

D. Santa Maria, vós resplandeceis sempre no nosso caminho como sinal de salvação e de esperança. Nós nos entregamos a vós, Saúde dos enfermos, que junto à cruz fostes associada à dor de Jesus, mantendo inabalável a vossa fé. Vós, socorro do povo de Deus sabeis de que é que precisamos e temos a certeza de que providenciareis para que, como em Caná da Galileia, a alegria e a festa possam voltar depois deste momento de provação. Ajudai-nos, ó Mãe do Divino Amor, a conformarmo-nos com a vontade do Pai e a fazer o que nos disser Jesus, que tomou sobre si os nossos sofrimentos e suportou as nossas dores para nos conduzir, através da cruz, à alegria da ressurreição. Amém.

D. Ó Maria Concebida sem pecado.

R. Rogai, por nós que recorremos a vós. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

R. Rogai, por nós. Santo Antônio Aparecido.

R. Rogai, por nós. Nos abençoes o Deus Todo Poderoso: + Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Campo Maior, 25 de março de 2020 + Francisco de Assis Gabriel dos Santos Bispo diocesano