Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Faltando apenas dez dias para a 15ª Romaria da Terra e da Água no Piauí, grupos, movimentos e associações já se organizam em caravanas para participarem do evento, que deve reunir entre 5 e 10 mil romeiros de todo o estado na cidade de Piripiri, nos dias 16 e 17 de julho.

Com o tema: “Terra e Água direitos sagrados” e o lema: Deus deu a terra a seus filhos (Sl 115,16) a 15ª Romaria da Terra e da Água no Piauí vem reforçar a luta pelos direitos dos pobres e a garantia de terra e água para todos.

O município de Piripiri foi escolhido para sediar a romaria pelo atual contexto político, social e econômico, onde podemos destacar a implantação de projetos de mineração, migração forçada por falta de oportunidades e empregos, trabalhadores resgatados em situação análoga à escravidão, etc. Toda essa realidade põe em risco os recursos naturais, a saúde e a qualidade de vida da população. A romaria pretende discutir essa realidade junto aos povos do campo e da cidade e criar estratégias de enfrentamento a esses desafios.

Joana Lúcia, coordenadora colegiada da Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Piauí reforça a importância da Romaria da Terra e da Água para os povos, como resistência, mas também como momento de encontro, celebração e partilha:

“É um momento de reforçar a luta dos povos que vivem a realidade dos impactos dos grandes projetos de monocultura, mineração e retirada de direitos, momento de reflexão sobre a destruição da terra e das águas a partir dessas práticas que os trabalhadores são obrigados a viverem nessa triste realidade em cada município onde existem esses projetos. Mas a romaria também traz esse viés de celebração, de vivenciar a cultura e a espiritualidade dos povos do campo e da cidade.”

Organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Regional NE 4, Comissão Pastoral da Terra, Cáritas Regional e Diocese de Parnaíba a romaria acontece em um momento em que a conjuntura do país segue ampliando a desigualdade social, minimizando os crimes de ódio contra mulheres, negros, indígenas e a comunidades LGBTQIA+, onde as leis ambientais se tornam cada vez mais flexíveis e a fome e a pobreza crescem desordenadamente. Nesse sentido, a 15ª Romaria da Terra e da Água do Piauí acontece como um ato político e subversivo do povo pelos seus direitos, pela conservação da natureza e a favor da vida.

Seminários temáticos

Serão ofertados 5 seminários, sendo ‘Projetos econômicos no Piauí, a vida na mira do desenvolvimento’, ‘Espaço sagrado, território pesqueiro tradicional’, ‘Os desafios da questão fundiária urbana e rural’, ‘Juventude, projeto de vida, ruralidades e o mundo urbano’ e ‘intolerância e cultura do ódio’. Os seminários são espaços voltados para o debate e discussões de assuntos relacionados à cada temática, e visam promover a reflexão e alternativas para a resolução de problemas e conflitos dentro de cada universo em questão.

Programação da XV Romaria da Terra e da Água do Piauí

Sábado (16 de julho)

8h – chegada das caravanas – acolhida e hospedagem dos romeiros

9h – Santa Missa na igreja matriz de Nossa Senhora dos remédios seguida de procissão com o Santíssimo Sacramento

10h – Exposição do Santíssimo Sacramento na tenda e adoração

11- Abertura do memorial das romarias – Centro Cultural Santa Clara

12h – Almoço (famílias e escolas)

14h – Oficinas temáticas

17h – Encerramento das oficinas

17h30 – Saída para a Praça de Eventos

18h – Jantar (Praça de Eventos)

19h – Tribuna Livre (Resultados dos estudos, falas e depoimentos)

22h – Momento cultural

Domingo (17 de julho)

03h30 – Alvorada

04h – Caminhada saindo da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus até o patamar da igreja matriz de Nossa Senhora dos Remédios

06h – Celebração Eucarística (patamar da igreja de Nossa Senhora dos Remédios)

08h – Retorno dos romeiros às suas dioceses

Histórico da Romaria da Terra e da Água do Piauí

A primeira Romaria do Piauí aconteceu em 09 de outubro de 1988, na cidade de Oeiras com o tema: “Terra, Água, Justiça: clamor dos pobres”. Nesses trinta e quatro anos, já foram realizadas quatorze romarias passando pelos municípios de Teresina, São Raimundo Nonato, Barras, Esperantina, Picos, União, Corrente, Uruçuí e Campo Maior.

A 14ª Romaria foi realizada em julho de 2018, no município de Paulistana e a 15ª Romaria da Terra e da água no estado estava programada anteriormente para julho de 2020, mas devido à pandemia do novo coronavírus foi adiada e será realizada esse ano em Piripiri.