O bispo da Diocese de Grajaú-MA e referencial para a Animação Bíblico-Catequética no Regional Nordeste 5 (Maranhão), dom Rubival Cabral Britto, participou do 4º Nordestão de Catequese, em Teresina-PI. O evento, promovido pelas Comissões Bíblico-Catequéticas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na Região Nordeste, teve como tema ‘Catequese a serviço da iniciação à vida cristã numa igreja sinodal’ e lema ‘Lançai vossas redes para a pesca’ (Lc 5,4).

De acordo com dom Rubival, a catequese faz parte da vida e da missão da Igreja: “Essa missão é evangelizar, catequisar, anunciar e revelar a beleza da vida nova, do encontro que nasce com Jesus ressuscitado. Tudo isso deve acontecer em comunidade. É ela esse espaço privilegiado onde realizamos a transmissão dos valores da fé, a experiência do encontro com Jesus, com o mistério de sua paixão, morte e ressureição”, destacou.

O bispo também mencionou o documento Catequese Renovada, que aponta para um novo estilo de comunicar e transmitir a fé para as novas gerações: “Os documentos mais recentes da Igreja nos mostram as orientações para a formação de discípulos e missionários, a necessidade de um aprimoramento da identidade vocacional do catequista, renovação da metodologia e um novo impulso catequético”, disse.

Ainda de acordo com dom Rubival, as dioceses devem elaborar novos itinerários catequéticos para possibilitar uma catequese que chegue as corações: “A CNBB, na sua dimensão bíblico-catequética, forma, orienta e estimula as dioceses a elaborar seus itinerários catequéticos para possibilitar uma catequese que anime as pessoas e que desperte a alegria de seguir Jesus, numa vida nova. Tudo isso em meio a um contexto marcado por desafios, sombras, escuridão, conflitos e desencontros”, falou.

Finalizando, dom Rubival afirmou que o anúncio da boa nova deve promover paz, comunhão, fraternidade, solidariedade e uma consciência cidadã e ética: “Os valores do Evangelho transformam as relações humanas e geram uma cultura de paz, inclusão e de salvação. A catequese deve apresentar a beleza da vida em Cristo e a vida eterna a qual somos chamados a viver”, afirmou.