A Igreja Particular de Teresina celebrou na noite de segunda-feira (06), na Catedral Nossa Senhora das Dores, a Missa do Crisma (também chamada de Missa da Unidade e da Benção dos Santos Óleos). A celebração foi presidida por Dom Jacinto Brito e contou com a presença dos vigários forâneos e de alguns diáconos. Porém, sem a participação dos fiéis que acompanharam a celebração através dos meios de comunicação.

Com as portas fechadas e a assembleia vazia, por conta da situação de pandemia em que toda a sociedade vive, o Arcebispo falou durante a homilia sobre esse atual cenário. “Tal como nossas igrejas paroquiais, a nossa catedral também está vazia. Nesta circunstância em que a cada ano está repleta de fiéis. Mas graças aos meios de comunicação, nós podemos alcançar os nossos irmãos e irmãs. Mais do que a distância física, nós temos um elo muito forte, que é a nossa fé, para a qual não há distâncias”, afirma Dom Jacinto.

Durante a celebração, os padres presentes renovaram as suas promessas sacerdotais. A Missa do Crisma leva esse nome porque nela ocorre a consagração dos óleos que serão usados ao longo de todo o ano em todas as celebrações do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos em qualquer paróquia ou comunidade da Arquidiocese.

“As leituras de hoje nos falam sobre a unção. A unção com o espírito sempre simbolizada desde a primeira aliança, no primeiro testamento, pelo óleo. Por isso nós chamamos esta Santa Missa, de Missa do Santos Óleos ou Missa Crismal, após consagrados, esses óleos serão usados ao longo do ano para os diversos sacramentos”, reitera o Arcebispo.

Além da Missa do Crisma, as celebrações do Tríduo Pascal serão transmitidas pelas redes sociais da Arquidiocese, nos seguintes horários:

Dia 09/04 – Quinta-Feira Santa: Missa da Ceia do Senhor – 16h30
Dia 10/04 – Sexta-Feira Santa: Celebração da Paixão do Senhor – 16h30
Dia 11/04 – Sábado Santo: Solene Vigília Pascal – 16h30
Dia 12/04 – Domingo da Ressurreição: Missa Solene da Páscoa do Senhor – 16h30