Na semana que antecede a abertura do ano formativo dos jovens no Seminário, acontece a convivência entre os seminaristas e o Arcebispo da Arquidiocese de Teresina, Dom Jacinto Brito. No ano de 2020, essa convivência aconteceu nos dias 04, 05 e 06 de fevereiro e contou com a participação de 53 seminaristas entre o propedêuticos, filósofos e teólogos.

Além do Arcebispo, também participaram do encontro os padres formadores (padre Anderson Lopes, padre Aerton Marcos ) e o diácono Antônio José. “Esses dias foram momentos de reflexão e formação que nos proporcionou momentos de lazer, recreio, piscina e conversas”, explica padre Anderson Lopes, orientador espiritual do Seminário de Filosofia.

No primeiro dia, os seminaristas de teologia receberam formação sobre Normas Contábeis e Obrigações Fiscais e Tabalhistas, conduzida pelo professor José Corsino Castelo Branco, além de Técnicas e Comportamento em Gestão com a professora Françoise Fontenele. Enquanto os jovens do propedêutico e filosofia receberam formação sobre Boas Maneiras com uma nutricionista e Dom Jacinto Brito.
“Esses formadores vieram acompanhados do padre Tony Batista, que também esteve conosco por dois dias, para orientar nosso jovens vocacionados ao sacerdócio”, reitera padre Anderson.

Desde que Dom Jacinto Britou assumiu a Arquidiocese de Teresina é promovido esse momento de convivência entre o Arcebispo e o seminaristas da Arquidiocese. Os jovens em formação são mantidos através dos benfeitores do projeto Terra Sacerdotal.

Projeto Terra Sacerdotal

O Projeto Terra Sacerdotal existe há dois anos na Arquidiocese de Teresina e tem como principal proposta, colaborar com a formação de futuros sacerdotes, acolhidos nos três Seminários geridos pela Igreja particular de Teresina. A caminhada sacerdotal exige longos anos de estudos e de ações que necessitam de empenho financeiro e de muita oração, conseguidos com o apoio dos fiéis e benfeitores.

A formação de um padre da Igreja dura em média oito anos e cumpre três etapas: Inicia no Seminário Propedêutico (1 ano) – processo de adaptação; depois os estudos em filosofia (3anos); Conclui com o curso de Teologia (4 anos), numa rotina que pode chegar a 12 horas de estudo por dia.

As informações bancárias para doação são:
Banco do Brasil Agência 3219-0 e Conta 5812-2. A doação mínima é de R$ 10,00 (dez reais). Através das redes sociais a comunidade também pode obter mais informações sobre o Projeto Terra Sacerdotal.
Instagran – @terrasacerdotal
Facebook – Terra Sacerdotal