Diante de uma multidão de 1,5 milhão de peregrinos, o papa Francisco presidiu neste domingo, 06, a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Lisboa. O evento aconteceu de 01 a 06 de agosto e edição teve como tema ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’ (Lc 1, 39).

Mayra Santos, de Floriano. (Foto: arquivo pessoal)
Mayra Santos, de Floriano. (Foto: arquivo pessoal)

Jovens peregrinos do Piauí se somaram à juventude de vários países para celebrar a fé em Jesus Cristo e mostrar o rosto jovem da Igreja na maior reunião de jovens católicos do mundo. Participaram representantes de todas as dioceses do Regional Nordeste 4.

Mayra Santos, de Floriano, em visita ao santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Fátima, Portugal, durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)
Mayra Santos, de Floriano, em visita ao santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Fátima, Portugal, durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)

Uma destas experiências foi vivenciada por Mayra Santos, da diocese de Floriano. Para a jovem, a JMJ fortaleceu a sua caminhada de fé e ofereceu-lhe a oportunidade do encontro com jovens de diversas culturas, línguas e origens: “Tivemos a oportunidade de enriquecer a nossa fé, mas também nosso conhecimento. Fizemos nossas amizades com jovens de diversos países, de muitas realidades, cada um trazendo consigo anseios por um mundo melhor, mais justo, mais fraterno”, disse.

Murilo Barbosa, de Picos, com peregrinos da África durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)
Murilo Barbosa, de Picos, com peregrinos da África durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)

Mayra também destacou que a JMJ reafirmou a importância da presença dos jovens na Igreja. Para ela, os jovens precisam ser protagonistas da missão de levar a alegria do Evangelho a todos os cantos da terra: “O encontro com o Papa Francisco renovou nossas esperanças e nos encheu de alegria. Com suas palavras carregadas de ternura, despertou entre a juventude a necessidade do cuidado, do zelo, do acolhimento, sobretudo, daqueles mais necessitados. Essa transformação passa passa pela juventude, onde somos chamados a alcançar almas e fazer transbordar nelas o amor misericordioso de Jesus”, falou.

Murilo Barbosa, de Picos, com peregrinos do Brasil durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)
Murilo Barbosa, de Picos, com peregrinos do Brasil durante a JMJ 2023. (Foto: arquivo pessoal)

Experiência semelhante foi vivenciada pelo jovem Murilo Barbosa, da diocese de Picos, que já participa de uma JMJ pela 2ª vez: “Participar da JMJ foi experimentar da universalidade da Igreja. Em meio a tantas diferenças étnicas, sociais, culturais, partilhávamos ali um mesmo propósito, a busca por um mundo melhor, onde haja mais respeito, inclusão. Também foi o momento de alimentar a fé, com os momentos de oração, as celebrações, as visitas aos suntuários. Inspirado pelo tema, impulsionados pelo Espírito Santo, somos chamados também a seguir o exemplo de Maria, de levantar e partir apressadamente rumo a um mundo novo”, disse.

Durante a Missa de Envio da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, o Papa Francisco anunciou o destino do próximo encontro mundial com os jovens. Em 2027, os jovens do mundo inteiro são convidados a rumar a Seul, na Coreia do Sul.