A Diocese de São Raimundo Nonato celebrou, de 22 a 31 de agosto, as festividades do seu padroeiro. Com o tema “Vocação: graça e missão” e lema “Corações ardentes, pés a caminho” (Lc 24,32-33), o festejo reuniu todas as noites milhares de devotos que lotaram a praça comendador Piauilino, no Centro da cidade, para festejar o santo, considerado um dos mais populares do catolicismo.

Dom Eduardo Zielsky incensa a imagem do padroeiro, São Raimundo Nonato. (Foto Jefferson Bastos)
Dom Eduardo Zielsky incensa a imagem do padroeiro, São Raimundo Nonato. (Foto: Jefferson Bastos)

O administrador apostólico e bispo emérito de São Raimundo Nonato, dom Eduardo Zielski, presidiu todo o novenário, e, em cada noite, refletiu sobre uma vocação específica. De acordo com o bispo, o festejo de 2023 foi um grande retiro espiritual e vocacional: “A vocação deve ser sempre sinônimo de serviço. Servir aos outros, servir à comunidade. Assim, estaremos servindo ao Senhor. Ele escolhe e capacita os seus escolhidos para levar a diante o projeto de salvação, de construção do reino de Deus”, disse.

Multidão acompanha procissão de encerramento das festividades pelas ruas da cidade
Multidão acompanha procissão de encerramento das festividades pelas ruas da cidade. (Foto: Jefferson Bastos)

Dom Eduardo exaltou as virtudes de São Raimundo Nonato e destacou que ele é modelo de santidade. O bispo também convidou cada devoto a vivenciar as vocações na Igreja pela oração, Palavra e Eucaristia: “Temos um padroeiro que carrega na mão o ostensório, portanto é santo eucarístico. Não abandonemos a Eucaristia. É através dela que nossos corações continuarão aquecidos para não esmorecer os serviços evangelizadores ao qual fomos chamados”, falou.

Dom Eduardo refletiu a temática do Ano Vocacional.
Dom Eduardo refletiu a temática do Ano Vocacional. (Foto: Jefferson Bastos)

Ainda no novenário, dom Eduardo reforçou que o discernimento, o autoconhecimento e as renúncias cotidianas são fundamentais para a vivência das vocações na Igreja e na sociedade: “Deixemo-nos ser conduzidos pelo Espírito Santo nesta caminhada. Uma vida marcada pela ação do Espírito vai nos levar a um processo de autoconhecimento, de renúncias e consciência individual, capazes de nos fazer compreender o propósito que Deus tem para nós. É através deste propósito que nos tornamos colaboradores do reino”, finalizou.

Todos os dias milhares de fiéis acompanharam o novenário em honra ao padroeiro.
Todos os dias milhares de fiéis acompanharam o novenário em honra ao padroeiro. (Foto: Jefferson Bastos)

O pároco da catedral, padre Alaercio, agradeceu a presença de todos e afirmou que as festividades do padroeiro irão ajudar os devotos a vivenciar, com mais entusiasmo, as vocações: “Foi uma festa linda, repleta de bênçãos. Agradeço o empenho da comunidade e tenho a convicção de que as meditações e as reflexões feitas pelo nosso bispo irão colaborar com o serviço de cada padre, de cada religiosa, de cada leigo, porque ele conseguiu, com suas palavras oportunas, tocas os nossos corações”, afirmou.

Imagem de São Raimundo Nonato sendo entronizada para celebração.
Imagem de São Raimundo Nonato sendo entronizada para celebração. (Foto: Jefferson Bastos)