O secretário do Regional NE 4 e bispo de Oeiras-PI, Dom Edilson Soares Nobre se pronunciou após ter sido escolhido para compor a Comissão para a Comunicação Social da CNBB. Atualmente, a comissão é presidida pelo bispo de Campo Limpo (SP), dom Valdir José de Castro, eleito na 60ª Assembleia Geral da CNBB, realizada em abril.

Dom Edilson Soares Nobre durante o Mutirão Regional de Comunicação em Oeiras-PI (Foto: Ryan Andrade)
Dom Edilson Soares Nobre durante o Mutirão Regional de Comunicação em Oeiras-PI (Foto: Ryan Andrade)

Dom Edilson propôs uma maior proximidade entre a Comissão para a Comunicação Social da CNBB e a Pastoral da Comunicação: “É um trabalho desafiador que exige de nós a capacidade de animar e articular os regionais. É preciso nos unir com as demais forças que colaboram com o trabalho comunicacional em cada Igreja Particular. Faz-se necessário uma boa articulação com os bispos referenciais, mas também uma maior proximidade junto à Pastoral da Comunicação”, disse.

Para Dom Edilson, faz-se necessário também uma maior integração entre os diversos atores envolvidos com a comunicação na Igreja: “A Pascom está muito avançada em todo o Brasil. Hoje temos um verdadeiro batalhão de comunicadores; alguns, profissionais; outros, agentes de comunicação comprometidos com a Igreja. Essa parceria é fundamental para que caminhemos na mesma direção, no espírito da sinodalidade”, falou.

Ainda de acordo com Dom Edilson são muitos os desafios para viabilizar uma comunicação eficiente, a serviço do reino de Deus: “Temos consciência das dificuldades e das deficiências. Sabemos que uma boa comunicação exige formação permanente, investimentos em equipamentos, conhecimento técnico. Mas todos esses desafios são superados quando acreditamos que o Espírito Santo é quem conduz e possibilita o cumprimento da nossa missão de comunicar e evangelizar”, falou.