O núncio apostólico no Brasil Dom Giambattista Diquattro, em sua visita a Teresina, celebrou a santa missa no Carmelo Santa Teresa de Jesus e São João da Cruz, neste sábado, dia 16 de setembro. O mosteiro abriga 22 religiosas pertencentes à Ordem de Nossa Senhora do Carmo.

Estiveram presentes na celebração o arcebispo de Teresina, dom Juarez Marques Sousa da Silva; o arcebispo emérito, dom Jacinto Furtado; o bispo emérito de Parnaíba, dom Alfredo Schaffler; de Picos, dom Plínio Luz; de Oeiras, dom Edilson Soares; de Floriano, dom Edivalter Andrade; de Bom Jesus do Gurgueia, dom Marcos Tavoni; de São Raimundo Nonato, dom Ronilton Souza de Araújo e o administrador diocesano de Parnaíba, padre Edimar Silva de Lima.

“O Senhor Jesus continua falando contra os hipócritas e acrescenta que, se quisermos viver em verdadeira retidão, devemos ser coerentes entre o que professamos e o que fazemos. Não devemos fingir que somos bons sem fazer boas obras. A beleza do ser humano não é reconhecida por ornamentos extrínsecos ou virtudes aparentes, mas por aquilo que a pessoa faz” , disse o núncio apostólico em sua homilia no convento.

Em seguida, ele conheceu as dependências do Seminário de Filosofia Dom Edilberto Dinkelborg, onde fez um momento de oração diante do Santíssimo Sacramento, ao lado de dom Juarez. Eles também rezaram com os seminaristas da casa, padres e os bispos. O núncio também fez uma breve visita ao Seminário Propedêutico São João Paulo II.

Finalizando seus compromissos em Teresina, Dom Giambattista Diquattro participou de uma cerimônia no Seminário Interdiocesano Sagrado Coração de Jesus, onde falou aos seminaristas: “Recomendo-lhes, no Seminário, aprendam a ver no bispo o pai que foi colocado ali para ajudá-los a crescer, a ir em frente, e para acompanhá-los nos momentos do apostolado de vocês, nos momentos bons e ruins, mas sempre para acompanhá-los, nos momentos de sucesso, nos períodos de derrota, que todos enfrentamos na vida”, destacou.

Dom Giambattista, acompanhado dos demais bispos, seminaristas e formadores, fez o descerramento da placa que marca os 40 anos de história do Seminário Sagrado Coração de Jesus. Um almoço servido aos convidados encerrou a agenda do núncio em Teresina.