Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

 

“Coronavírus”
Aos nossos Padres, Diáconos e Seminaristas; Religiosos e Religiosas;
Agentes Pastorais; Coordenadores de Grupos e de Movimentos;
Diocesanos e Diocesanas de Bom Jesus do Gurguéia; e a todas as
pessoas de boa vontade:
Bom Jesus-PI, 19 de março de 2020.
Irmãos e Irmãs:
Saudações de saúde e paz!
Como Igreja Particular de Bom Jesus do Gurguéia, mais uma vez queremos nos
posicionar, colaborando com as autoridades públicas sanitárias do país, no combate preventivo
contra o Vírus “Coronavírus”, responsável pela transmissão da doença que se tornou pandemia,
e que vem espalhando pânico e morte em todos os cantos do mundo.
Queremos, mediante o agravamento da situação, e considerando o nosso primeiro
Comunicado Oficial sobre o assunto (15.03.20), esclarecer e detalhar nossas ações que
apontamos, urgentes e necessárias:
Orientação Geral

Visando o “bem maior” dos fiéis e para a preservação da vida, neste tempo de
pandemia do Coronavírus, todas as atividades que impliquem reunião e celebração
numerosa de pessoas, no território da Diocese de Bom Jesus do Gurguéia, deverão ser
imediatamente suspensas, até que se indique o contrário, observando-se os
fundamentos e as orientações específicas, abaixo discriminadas.
Fundamentos

A Igreja de Bom Jesus, diante da gravidade do momento, fundamentada pela
Palavra de Deus quaresmal: “Não quero a morte do pecador, mas sim que se converta e
viva.” (Ez 18,23) e “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância.”
(Jo 10,10); inspirada, ainda, no tema da Campanha da Fraternidade 2020:
“Fraternidade e Vida, Dom e Compromisso”; e amparada no Direito Canônico: “O Bispo
diocesano, sempre que julgar que isso possa concorrer para o bem espiritual dos fiéis,
pode dispensá-los das leis disciplinares, universais ou particulares, para o seu
território” (Cân. 87); traz aos seus diocesanos e diocesanas, as seguintes orientações:
Orientações Específicas:

1. Missas, Celebrações, Preparações, Festejos e Velórios
Ficam suspensas todas as Missas, Celebrações da Palavra e Preparações,
coletivas, por tempo indeterminado, como também os Novenários e Festejos.

-02-Recordando que os Padres têm a obrigação de celebrar as missas (sem povo) pelo seu
povo, segundo os seus pedidos e intenções e principalmente, neste momento, orar pelos
que sofrem com a pandemia, pelas autoridades sanitárias, pelos governantes e pela
Igreja. Os fiéis deverão participar das Missas transmitidas pelas Rádios, TVs e Mídias de
Internet. Nas Paróquias do Interior da Diocese onde não se disponha de instrumentos
de transmissão, os fiéis poderão acompanhar as celebrações pelas mídias de Internet, ao
vivo, através do Link que será disponibilizado no site e nas demais mídias da Diocese;
deverá ser valorizada a espiritualidade da interiorização, com a participação do fiel na
Comunhão Espiritual. Caso haja necessidade de missa por falecimento ou sétimo dia, o
Padre deverá rezá-la na intenção do sufrágio do falecido e em particular (sem povo). Os
velórios deverão ser recomendados a realização com poucas pessoas, em lugar arejado e
de maneira, se possível, abreviada. O Padre deve selecionar um grupo de apoio para
acompanha-lo nas transmissões das liturgias (leitores e cantores) que se comprometam,
com ele, a submeter-se às devidas medidas de uma quarentena. Mesmo nas missas ou
pequenas celebrações privadas, com público restrito, observe-se com a devida atenção:
omitir o abraço da Paz; oração do Pai Nosso sem dar as mãos; comunhão distribuída
diretamente nas mãos dos fiéis; e o respeito de uma razoável distância física entre os
presentes.

2. Pastorais, Grupos e Movimentos

O mesmo, acima, aplica-se às celebrações e preparações dos Grupos,
Movimentos e Pastorais; para comunicação e repasse de orientações e recados utilizemse do

telefone e dos meios eletrônicos de Comunicação, como grupo de whatsapp, e-mail
e outros. A Pastoral da Saúde ou dos Enfermos deverá suspender as visitas aos
doentes, comunicando-se, devidamente e previamente, por telefone ou outro meio
indireto, com os familiares informando a situação, recomendando o acompanhamento
das missas através dos meios de comunicação e observando a eles a orientação da
valorização da Comunhão Espiritual;
3. Secretaria Paroquial, Funcionários, Contribuições e o Recolhimento do
Dízimo

Os funcionário de toda Diocese deverão ser informados sob a realidade e
precauções, monitorados e acompanhados em sua situação de saúde; orientados sobre o
uso de máscaras cirúrgicas e quanto as precauções no atendimento ao público. O tempo
de trabalho deverá ser reduzido ao mínimo, bastando-se as tarefas urgentes do dia. As
Secretarias deverão funcionar sob um regime semi-aberto de “quase-quarentena”,
mantendo-se os trabalhos internos e um atendimento atencioso via telefone e
correspondência eletrônica; as contribuições espontâneas e o dízimo dos fiéis poderão
ser depositados, em conta bancária indicada pela paróquia ou, de preferência, em uma
urna, preparada para esse fim, instalada na Secretaria ou no interior da Igreja; A Igreja
(Templo), deverá permanecer aberta, arejada, preparada para a oração individual dos
fiéis, sem estimular a reunião de oração em grupos. É importante ter nas portas das
Igrejas e Secretárias o aviso bem claro quanto a forma de atendimento reduzido e os
seus horários. Os telefones e endereço eletrônico de contato deverão, também, estar
bem destacados e visíveis.

4. Jubileu da Prelazia (100 anos) e Diocese (40 Anos)

Ficam canceladas as primeiras atividades do Ano Jubilar de 2020/2021,
justificando-se o fato por não ser possível realizar as necessárias reuniões em
preparação dos eventos. Portanto, por consequência fica cancelada a Celebração de
Abertura do Ano Jubilar programada para o dia 18/06, centenário da Prelazia. Nossas
atenções e festividades estarão, a partir de agora, voltadas para o encerramento do Ano
Jubilar, em 03/10/2021, comemoração do aniversário de 40 anos da Diocese de Bom
Jesus.

5. Sorteio do Bingo da Prelazia/Diocese
O “Bingão de Aniversário da Prelazia” programado para 18/07/2020, com a
intenção de angariar fundos para os eventos comemorativos do Ano Jubilar, fica
cancelado e sem previsão de uma nova data. Sua realização implicaria em reuniões de
organização, no contato direto entre as pessoas com a venda de cartelas e convocação de
concentração de pessoas, atividades essas contrárias às regras de prevenção.

-03- 6. Semana Santa

Caso a pandemia se estenda até o mês de abril, alertamos que serão canceladas
as celebrações públicas da Semana Santa (Celebrações coletivas) e os fiéis serão
dispensados da obrigação do preceito. No caso, estudaremos e informaremos uma
maneira da realização de celebrações privadas, tanto para o Domingo de Ramos como
para o Tríduo Pascal. Mas queremos, desde já, nos preparar, em espírito, para o que
poderá vir a ser esta Páscoa; uma Páscoa, “passagem do Senhor”, muito “diferente” das
demais Páscoas, do que seja o habitual. O Mistério Pascal deverá ser vivido mais
intensamente no recolhimento e na interiorização, a participação através dos meios de
Comunicação, exigirá de nós todos muito “mais coração”. Os Padres deverão celebrar os
Santos Mistérios, provavelmente, em privado, em celebrações limitadas e de acordo com
o que indica o item um (1.) destas orientações. Já para a Missa do Santo Crisma e da
Unidade (Missa dos Santos Óleos), na Quarta-feira Santa, poderá acontecer de,
ocasionalmente, ser realizada somente com o Presbitério (os Padres, junto com o seu
Bispo) devendo ser disciplinada, de maneira específica.

7. Catequese – Primeira Eucaristia e Crisma
A Catequese de crianças, jovens e adultos deve ser dispensada deste primeiro
semestre, devendo retomar suas atividades no segundo semestre, renovando as
inscrições e dando sequência aos conteúdos pedagógicos já programados. A Primeira
Eucaristia e a Crisma deverão, portanto, acontecer somente no final do Primeiro e do
Segundo Semestre, do próximo ano (2021), respectivamente.

8. Batizados

As reuniões para preparação e celebração de Batizados, exceto em risco de
morte, deverão ser suspensas e recomentadas para o segundo semestre deste ano, tendo
em vista a proteção preventiva dos participantes, bem como a preservação da saúde do
próprio batizando interessado.
9. Ordenações
As ordenações dos Diáconos Zorenilton e Domingos, programadas,
respectivamente, uma para o final de maio, em Gilbués e a outra para o final de junho,
em Barreiras do Piauí, ficam adiadas, salvo o contrário, para o final deste ano de 2020.
10. Consideramos grave e urgente, as seguintes informações:

• Segundo os especialistas, infectologistas, o Coronavírus não é uma gripe comum e
sim uma infecção viral grave e letal, ou seja, uma doença que mata;
• O contágio do Coronavírus se dá de forma direta e se propaga rapidamente;
• Os mais atingidos são os idosos por possuírem baixa imunidade;
• O paciente infectado é atingido nos pulmões, sente muita falta de ar, fica com
dificuldade de respirar, precisando, necessariamente e com a máxima urgência, ser
“entubado”, por aparelhos e receber oxigênio, para não morrer;
• Os maiores municípios que compõe a macrorregião do sul do Piauí, Bom Jesus e
Corrente, não dispõem de nenhum leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
• Os hospitais da Região são precários no seu atendimento básico, e não possuem
equipamentos adequados, nem para o diagnóstico (Tomografia), nem para o tratamento
da doença (Aparelho de Tubos de Oxigênio).
• As distâncias em horas, entre nossas cidades e os principais centros médicos são
imensas e a velocidade da infecção viral, já no organismo da pessoa, avança muito
rapidamente, podendo não alcançar, em tempo, o necessário socorro;
Agradecidos pela atenção, convocamos a todos para que, juntos, de forma sistemática e
responsável, possamos trabalhar na prevenção e no combate, lutando pela erradicação desse
mal.
Que São José, Esposo da Virgem Maria, cuja Memória, hoje, celebramos, rogue por nós
junto a Jesus, livrando nossas famílias e a humanidade das pragas e de todos os perigos.
Fraternalmente,

Dom Marcos Antonio Tavoni
Bispo Diocesano de Bom Jesus do Gurguéia