A imagem de Nossa Senhora do Amparo foi entronizada no altar-mor da igreja do Amparo, neste domingo, 13 de agosto, durante a abertura do tríduo e solenidade da padroeira de Teresina. A peça foi retirada do altar em razão dos trabalhos de restauração do templo e devolvida para o retábulo, onde permanecerá definitivamente.

Altar da igreja Nossa Senhora do Amparo, em Teresina. (Foto: João Alberto - Ascom dep. Fábio Novo)
Altar da igreja Nossa Senhora do Amparo, em Teresina. (Foto: João Alberto – Ascom dep. Fábio Novo)

“Foi um imenso prazer dar essa contribuição aos fiéis e devotos sobre a iconografia sacra da imagem de Nossa Senhora do Amparo, estando em nosso altar há mais de 171 anos. Também nos enche de alegria ver este belo templo ser reformado porque ele é um patrimônio dos teresinenses e a imagem da padroeira patrimônio da arquidiocese e do seu povo”, destacou o professor de História da Arte, Paulo de Tarso.

Igreja Nossa Senhora do Amparo, em Teresina. (Foto: João Alberto - Ascom dep. Fábio Novo)
Igreja Nossa Senhora do Amparo, em Teresina. (Foto: João Alberto – Ascom dep. Fábio Novo)

Em 2008, a imagem de Nossa Senhora do Amparou passou por um procedimento de recomposição artística, realizado pelo frei capuchinho José Nilto Pereira. Ele explica que os procedimentos realizados não são próprios de uma restauração, processo que envolve um trabalho complexo, realizado em laboratório, e feito por especialistas:

“Não se trata de uma restauração, mas uma recomposição. A restauração implica um processo minucioso de reposição, de redescoberta da originalidade da peça, utilizando técnicas específicas. Foram feitos reparos e uma repintura para sanar alguns danos na imagem, como por exemplo deterioração causada pelo passar do tempo, temperatura, umidade e outros fatores”, explica.

A imagem representa a virgem Maria segurando o menino Jesus. A devoção à mãe de Deus com o título de Nossa Senhora do Amparo nasceu em Portugal e remonta ao momento da crucificação de Jesus, quando ele entrega sua mãe, Maria, ao apóstolo João. Na ocasião, Jesus disse a João: ‘Eis a tua mãe’, confiando a humanidade aos cuidados e ao amparo da Santíssima Virgem.

Trazida de Portugal, a imagem de Nossa Senhora do Amparo chegou em Teresina no ano 06 de fevereiro de 1852, sendo acolhida pelos teresinenses no local onde hoje se encontra o Troca-Troca, às margens do Rio Parnaíba. Em seguida, o ícone é levado para uma pequena capela dedicada à Nossa Senhora, no bairro Poti Velho, enquanto a igreja matriz é construída. Após a conclusão das obras, a escultura é transferida para o templo no Centro da capital, onde permanece até hoje.

O tríduo e solenidade de Nossa Senhora do Amparo segue até o dia 16 de agosto, ocasião em que se celebra também o 171º aniversário de Teresina. O arcebispo metropolitano de Teresina e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Nordeste 4, dom Juarez Marques Sousa da Silva, irá presidir a santa missa solene de Nossa Senhora do Amparo, às 9h.