Notícias do Regional

O FORTALECIMENTO DA CATEQUESE EM FAMÍLIA NESTE TEMPO DE PANDEMIA

O isolamento social, como forma de prevenção para disseminação do Coronavírus, tem recentemente nos desafiado a encontrar novas maneiras de alimentar e educar a nossa fé, de permanecermos unidos como Igreja mesmo, estando distantes, fisicamente e de edificar em nossos lares e em família uma verdadeira Igreja doméstica.   

Várias pastorais, grupos e movimentos da Paróquia Nossa Senhora dos Humildes (Paulistana), da Diocese de Picos, PI, suspenderam suas atividades e serviços em decorrência das circunstâncias que foram impostas pela disseminação da COVID-19. Com a Catequese não foi diferente, nossos catequistas, juntamente com nosso Pároco, Pe. Wagner Carvalho, por meio de reuniões on-line sentiram a necessidade de discutirem e planejarem formas de acompanhamento dos nossos catequizandos, de mantê-los próximos com seus catequistas neste tempo que exige o distanciamento social e de dar continuidade ao Projeto de Iniciação à Vida Cristã de crianças, adolescentes, jovens e adultos em nossa comunidade.

Nossa Paróquia havia desenvolvido um projeto de mapeamento de todos os bairros da cidade de Paulistana, como estratégia eficaz e meio de ir ao encontro de novos catequizandos e de suas famílias, como também de ter conhecimento de um pouco da realidade dos mesmos, no entanto a pandemia impediu o mapeamento dos demais bairros.

A impossibilidade dos encontros presenciais encorajaram nossos catequistas a não deixar os seus catequizandos desamparados, sendo esta dificuldade contornada com uma caraterística já bastante presente em nossa pastoral, que é a criatividade.

Uma campanha de “Inscrições On-line”, para as turma de Eucaristia 1, Eucaristia 2 e Crisma, logo foi pensada e divulgada através redes sociais da Paróquia, tendo êxito alcançado por meio de vários novos catequizandos inscritos em suas respectivas turmas

Com os dados do mapeamento, realizado em alguns bairros antes do início da pandemia, e as inscrições On-line é que foram divididas grupos, sendo compostos por 7 catequizandos e uma dupla de catequistas em cada, a divisão de grupos com este número limitado prevê um acompanhamento catequético mais efetivo e maior proximidade da dupla de catequistas com sua turma.   

Nossos catequistas entraram em contato com os pais dos catequizandos e apresentaram a proposta de acompanhamento catequético para este tempo de pandemia, os pais não hesitaram e aceitaram entusiasmados a proposta.

Com a aceitação da proposta, foram criados grupos no WhatsApp, por ser um meio digital mais prático, para serem repassadas as informações, atividades para serem desenvolvidas em família, roteiros de oração e realização de reuniões on-line, reforçando o objetivo de que catequistas e catequizandos se sintam próximos e permaneçam, unidos mesmo que seja por meio digitais.  

Os retornos das atividades propostas pelos catequistas tem sido excelentes, muitos pais enviam registros fotográficos de seus filhos em seus “cantinhos de oração”, organizados pelos mesmos com vela, bíblia e algum santo de devoção, onde se reúnem todos os dias para rezar no mesmo horário combinado com os demais catequizandos de sua turma. Catequistas estabelecem um horário em comum para encontros virtuais pelo WhatsApp ou Google Meet com os catequizandos e também com suas famílias para escuta e medição de algum texto bíblico ou tema estabelecido para ser trabalhado, dentre outras atividades que são diariamente compartilhadas entre os próprios catequistas, que sugerem atividades, dão dicas de como trabalhar neste tempo e se ajudam mutuamente.

Um dos desafios relatados pelos catequistas é a falta de acesso à internet de alguns catequizandos, no entanto, estratégias foram planejadas para superar esta dificuldade, como a produção de um material impresso com temas que serão trabalhados e que são entregues nas famílias dos catequizandos, de forma que ninguém fique prejudicado ou impossibilitado de participar do acompanhamento.

Diante disso, a experiência de acompanhamento catequético em nossa paróquia tem sido bastante positiva, demonstrando assim, a disposição em servir por parte de nossos catequistas, mesmo diante das dificuldades atualmente impostas, como também o cuidado e empenho dos pais dos catequizandos para com as atividades propostas, este tempo de pandemia é, sobretudo, uma oportunidade para fortalecimento da catequese e oração em família.

A exemplo dos primeiros apóstolos que, quando estavam impossibilitados de se reunirem com suas comunidades, enviavam cartas e mensagens de acordo com os meios de comunicação disponíveis na época, como forma de estarem próximos de seus fiéis e darem continuidade ao anúncio do Evangelho, além de determinarem lugares em suas próprias casas para rezarem e se unirem em oração (Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estou no meio deles Mt 18,20), é que nossa paróquia se motiva para mantermos unidos na fé e exercer a comunhão entre nossos catequistas com catequizandos e suas famílias como faziam as primeiras comunidades cristãs.

O acompanhamento catequético neste tempo não substitui a catequese presencial, porém é uma maneira que encontramos de estar mais próximos daqueles a quem a Igreja nos confiou a missão de catequizar na fé, formação e perseverança na vida Cristã.

FONTE: Facebook: Paróquia Nossa Senhora dos Humildes

Instagram; @senhoradoshumildes,

Tags

Instagram

Redes Sociais

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos!

Doação

BANCO DO BRASIL

AGENCIA: 3285

CONTA: 89624-1

Newsletter

Parceiros