Durante os dias 14 a 18 de agosto, o padre Wagner Francisco de Sousa Carvalho, vai participar de um encontro que reunirá novo grupo de assessores das Comissões Episcopais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O encontro acontecerá na sede da entidade, em Brasília-DF. Essa será a 1ª vez em que todos estarão juntos para participar de um momento integrativo, com formações, visitas técnicas, momentos de espiritualidade e uma confraternização.

De acordo com o padre Wagner, a sua nova missão de assessorar a Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB é um reconhecimento pela Igreja no Brasil dos trabalhos desenvolvidos no âmbito da Catequese na diocese de Picos e no Regional Nordeste 4:

“Será um trabalho de somas, onde iremos dar continuidade aos trabalhos que vínhamos desenvolvendo na diocese de Picos e no Piauí. Todas essas experiências positivas serão agora implementadas na ação catequética da Igreja no Brasil. Recebi o chamado com muita serenidade e, ao mesmo tempo, com um sentimento de gratidão em saber que poderemos levar a nossa contribuição para a evangelização em todo o país”, disse.

Também ainda durante a mesma semana, nos dias 16 e 17, quarta e quinta-feira, haverá a reunião do Conselho Episcopal Pastoral, o Consep, da CNBB, da qual participam os bispos presidentes das Comissões Episcopais da entidade e a presidência da CNBB. São também convidados o grupo de assessores das Comissões e representantes dos organismos e pastorais.

O subsecretário de pastoral da CNBB, padre Jânison de Sá, salientou que o encontro com o grupo de assessores da CNBB, que assumirá o quadriênio 2023-2027, é importante para poder situá-los com relação às frentes de trabalho da CNBB. “É necessário situá-los com relação à organização da Igreja do Brasil, da Conferência Episcopal, dos bispos, e fazer com que percebam questões importantes, como é o caso da evangelização”, apontou o padre.

“O objetivo da Igreja do Brasil é evangelizar, então essa contribuição, essa ajuda que os assessores dão aos bispos é importante nesse aspecto da evangelização. É um trabalho evangelizador de pensar, refletir e propor a pastoral juntamente com os bispos, colaborando com os bispos neste trabalho na Igreja do Brasil, disse o padre Jânison”.

Organização pastoral e administrativa

Durante o encontro, o grupo de assessores terá ainda contato com questões internas da sede da Conferência, além de assuntos da organização pastoral e administrativa, conforme relata padre Jânison:

“Será uma semana muito rica de convivência, oração, uma jornada de retiro, espiritualidade, partilhas, estudo e principalmente neste caminho sinodal, no qual reafirmamos que queremos caminhar juntos. Juntos, não cada Comissão pensando seu trabalho, mas todos juntos no trabalho articulado, em diálogo entre as Comissões”, frisou.

Por fim, o padre Jânison salientou que vê o novo grupo de assessores e assessoras com muita esperança. “É um grupo jovem, capacitado, cheio de entusiasmo, de disponibilidade, de vontade de trabalhar, de  colaborar com os bispos e com os presidentes das comissões. A colaboração aos bispos é muito importante na vida dos assessores, então junto aos bispos eles vão colaborando, organizando e conduzindo os trabalhos”, ponderou.

Programação

A programação do encontro inicia-se na segunda-feira, 14 de agosto, com uma celebração eucarística presidida pelo secretário-geral da CNBB, dom Ricardo Hoepers, na capela Nossa Senhora Aparecida. Na sequência, dom Ricardo apresentará aos assessores a organização pastoral da Igreja no Brasil. Já o padre Jânison de Sá, subsecretário pastoral da CNBB, falará sobre a missão dos assessores na CNBB. No período da tarde, os assessores farão visita ao prédio da Editora da CNBB.

Na terça-feira, 15 de agosto, os assessores terão um momento de saída externa para uma “jornada de espiritualidade”, no mosteiro de São Bento de Brasília. A hora média e a primeira meditação do encontro será feita pelo bispo auxiliar de Brasília, dom Antonio Aparecido de Marcos Filho. O dia encerra-se com as vésperas com os monges.

Nos dias 16 e 17, quarta e quinta-feira, haverá a reunião do Conselho Episcopal Pastoral, o Consep, da CNBB, da qual participam os bispos presidentes das Comissões Episcopais da entidade e a presidência da CNBB. São também convidados os assessores das Comissões e representantes dos organismos e pastorais.

Na sexta-feira, 18 de agosto, o encontro do grupo de assessores segue com a celebração eucarística presidida pelo padre Rodolfo Chagas Pinho, assessor da Comissão para a Vida e a Família da CNBB. Na sequência, haverá momentos de formação sobre questões administrativas da CNBB. E a parte da tarde será dedicada a visitas aos prédios do Centro Cultural Missionário (CCM), da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) e a Casa Dom Luciano.

No sábado, 19 de agosto, a celebração eucarística será presidida pelo freio Olavio Dotto, assessor da Comissão para a Ação Sociotransformadora da CNBB. Já as formações serão sobre a sinodalidade na Igreja e o 24ª Plano Pastoral. E a parte da tarde será dedicada a formações sobre o Jubileu da Esperança e as Campanhas da CNBB.

Por último, no domingo, 20 de agosto, haverá um momento de confraternização, ocasião em que se encerra o encontro.

Fonte: CNBB