O bispo auxiliar de Fortaleza-CE, dom Júlio César Souza de Jesus, participou do 4º Nordestão de Catequese, em Teresina, de 21 a 23 de julho. O evento, promovido pelas Comissões Bíblico-Catequéticas dos Regionais do Nordeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), teve como tema ‘Catequese a serviço da iniciação à vida cristã numa igreja sinodal’ e lema ‘Lançai vossas redes para a pesca’ (Lc 5,4).

Dom Júlio César é o bispo referencial para a Animação Bíblico-Catequética no Regional Nordeste 1 da CNBB, que reúne as 9 dioceses do estado do Ceará: Fortaleza, Crato, Sobral, Limoeiro do Norte, Iguatu, Crateús, Quixadá, Itapipoca e Tianguá.

“A palavra de Deus e o magistério da Igreja são as fontes essenciais da catequese. Os catequistas devem ser os novos discípulos de Jesus, convidados a avançar para águas mais profundas e a lançar as redes. Quando um pescador lança a rede ao mar, ele não sabe quantos e quais peixes virão. Assim também deve ser na Igreja. Precisamos lançar as redes para pescar homens e mulheres, sem discriminação de raça, de religião, de gênero. É preciso construir pontes para acolher o diferente e superar os radicalismos”, disse dom Júlio César ao fazer a abertura do evento.

Ainda de acordo com dom Júlio, os catequistas são agentes de fundamental importância na construção do reino de Deus: “A catequese busca atingir os corações de homens e mulheres sedentos de vida, feridos pelo pecado, sobrecarregados de fardos pesados. Ela pode ser resumida numa experiência de fé transformadora, num encontro pessoal o Cristo. Quantos catequistas contribuíram e continuam contribuindo ainda hoje com a evangelização em todo o mundo? São eles que oferecem sólida orientação a nossas famílias, às crianças, aos jovens e aos adultos”, disse.

Dom Júlio César também reforçou que, na atualidade, as redes digitais devem ser lançadas à pesca. Ele destacou a importância das tecnologias no processo de evangelização e transmissão da fé cristã: “Hoje, é possível lançar à pesca um novo tipo de rede. Não mais o instrumento de pescador, mas as redes digitais. Precisamos fazer uso das mídias para pescar homens e mulheres. Somos convidados a dialogar com todos, sobretudo, com as culturas da atualidade”, falou.

O Nordestão de Catequese é um evento que acontece de 3 em 3 anos, reunindo catequistas dos 5 Regionais da CNBB – NE 1 (Ceará), NE 2 (Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte), NE 3 (Bahia e Sergipe), NE 4 (Piauí) e NE 5 (Maranhão). A primeira edição aconteceu em 2013, em Maceió-AL; a segunda, em 2016, em Fortaleza-CE, e a terceira em 2019, em Aracaju-SE. Durante o encerramento desta edição foi anunciado que o 5º Nordestão de Catequese será sediado na Arquidiocese de São Luís do Maranhão, no Regional Nordeste 5.