Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Imagem: Portal A12

Pe. José de Lima Torres, C.Ss.R.

Pode, mas não deveria. Para que se realize o Sacramento do Matrimônio o Código de Direito Canônico exige que a pessoa tenha o Sacramento do Batismo, que os dois se amem e que não tenham nenhum impedimento. Mas é importante lembrar que o Crisma é o Sacramento da confirmação do Batismo, maturidade cristã, maturidade psicológica e espiritual.

Por este Sacramento a pessoa assume o seu Batismo, ela passa a ser responsável por suas opções, ela assume em sua vida a pessoa de Jesus e seus ensinamentos. E para casar-se é importante que a ela tenha assumido essa vida cristã de forma consciente.

Será que uma pessoa que leva a sério a sua vida cristã católica exigiria casar-se sem ter sido crismada?

Se isso acontecer é sinal de que não há maturidade. Uma pessoa imatura não pode assumir compromissos duradouros. Talvez seja por isso que a maioria dos matrimônios celebrados é inválida: as pessoas querem se casar, mas não procuram entender o que essa decisão representará para elas, falta-lhe maturidade, consciência sobre sua opção fundamental.

Enfim, o Sacramento exigido para celebrar o Matrimônio é o Batismo. Mas é preciso consultar sua Paróquia para saber se há outras exigências da sua Diocese.