O Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) aprovou 3 projetos sociais, de entidades sem fins lucrativos do Piauí, para receberem os recursos provenientes do Fundo. Os projetos aprovados atendem os requisitos constantes no edital e estão em sintonia com os objetivo geral e específicos da Campanha da Fraternidade 2023, cujo tema foi ‘Fraternidade e Fome’ e lema ‘Dai-lhes vós mesmos de comer’ (Mt 14,16).

Alunos da instituição cultivam e produzem a própria alimentação.
Alunos da instituição cultivam e produzem a própria alimentação. (Foto: EFA Cocais)

Um dos projetos aprovados foi o ‘Produzir para Servir’, da Associação Escola Família Agrícola dos Cocais, de São João do Arraial, que vai receber do Fundo o valor de R$ 34 mil. A instituição oferece ensino médio profissionalizante e cursos técnicos em Agropecuária, Agroindústria e Zootecnia. A escola vai investir os recursos na suinocultura, que é a criação de suínos para produção de alimentos e seus derivados, e na horticultura, um ramo da agricultura especializado em técnicas de produção de hortaliças.

De acordo com o técnico responsável pelo projeto, Helito Gomes, os recursos irão complementar a formação dos alunos, que desenvolvem atividades agrícolas e produzem alimentos saudáveis para o autossustento: “Pretendemos ampliar e melhor estruturar as nossas atividades de campo, investir em equipamentos, laboratório, aquisição de insumos e tecnologias para garantir a segurança alimentar dos nossos alunos. Hoje, são 80 jovens que são beneficiados diretamente pela escola”, destacou.

80 jovens da instituição são beneficiados diretamente com o projeto.
80 jovens da instituição são beneficiados diretamente com o projeto. (Foto: EFA Cocais)

Os alunos da instituição, de famílias carentes de São João do Arraial e de vários municípios da Região dos Cocais, permanecem 15 dias em casa e 15 dias na escola. Os alimentos usados nas refeições são produzidos pelos próprios estudantes, que têm a oportunidade de conciliar teoria e prática, garantindo formação técnica e alimentação de qualidade.

Os outros projetos aprovados no Piauí são: ‘Evangelizar é Cuidar’, da Ação Social Esperantinense (ASESP), de Esperantina-PI, com valor aprovado de R$ 30 mil e o ‘Comida Solidária’, da Associação Beneficente São Paulo Apóstolo, de Teresina-PI, com valor de R$ 40 mil.

A escola vai investir os recursos na suinocultura e na horticultura de modo a garantir alimentação e formação técnica de qualidade para alunos. (Foto: EFA Cocais)
A escola vai investir os recursos na suinocultura e na horticultura de modo a garantir alimentação e formação técnica de qualidade para alunos. (Foto: EFA Cocais)

Juntos, os valores aprovados para os 3 projetos somam um total de R$ 104 mil, que serão destinados para o enfrentamento da insegurança alimentar, geração de emprego e renda e ação sociotranformadora no Piauí. A próxima e última reunião do Conselho Gestor será realizada no dia 29 de setembro. As entidades que queiram cadastrar novos projetos deverão apresentar seus pedidos, através do site do FNS, no período de 5 de agosto a 11 de setembro, até às 17h.