SOLENIDADE DE CORPUS CHRISTI

Orientações e normas pastorais

 “Terra, exulta de alegria, louva teu Pastor e Guia, com teus hinos, tua voz. Tanto possas, tanto ouses, em louvá-lo não repouses, sempre excede o teu louvor. Hoje a Igreja te convida, ao pão vivo que dá vida, vem com ela celebrar”. (Hino – Sequência de Corpus Christi)

Amados Presbíteros, Diáconos, Religiosos (as), Cristãos Leigos e Leigas,

A Solenidade de Corpus Christi é um feliz convite para manifestarmos, publicamente, nossa fé em Jesus e na Sua presença real na Eucaristia. A resposta amorosa a este convite será vivida como nunca, no amor mais puro, gratuito e agradecido. Contudo, como já estamos fazendo, esta celebração, em tempos de pandemia, não poderá acontecer como de costume. Observando as diretrizes civis e eclesiásticas, para o momento, a celebração acontecerá em família e, aos que puderem, acompanharão pelos meios de comunicação. Por isso, nós, Bispos da Igreja do Piauí, apresentamos algumas orientações para a comemoração e celebração da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo:

1- Referente aos momentos celebrativos:

– As Missas sejam celebradas de forma não presencial, de acordo com todas as normas sanitárias, apenas no interior das Igrejas. Se possível, sejam transmitidas pelos meios de comunicação. Não sendo, assim, permitidas missas campais, procissões de rua, carreatas, nem transportar o Santíssimo pelas ruas;

– Durante todo o dia de Corpus Christi, o Santíssimo Sacramento poderá ficar exposto, para visita e adoração pessoal dos fiéis, segundo as normas litúrgicas e dos órgãos de saúde. Havendo possibilidade, alguns momentos de adoração sejam transmitidos pelos meios de comunicação;

– Orienta-se que, ao final do dia, seja dada a bênção com o Santíssimo Sacramento do átrio da Igreja (sem presença de povo), repetindo o gesto do Papa, enquanto os sinos poderão ser tocados;

– Nas comunidades do interior e nos bairros das cidades, pode-se organizar um tempo de exposição e adoração do Santíssimo nas Capelas. A exposição do Santíssimo, cibório com as hóstias consagradas, deverá ser feita por um ministro extraordinário da Sagrada Comunhão. Recordamos que, a bênção do Santíssimo só poderá ser feita pelos ministros ordenados. É preciso definir o horário em que as pessoas poderão fazer o seu momento pessoal de adoração e seu gesto concreto. Ter sempre os cuidados para não haver aglomerações e para seguir as normas sanitárias para este tempo de pandemia;

– As famílias sejam motivadas a enfeitarem suas casas e a celebrarem esta Solenidade em família. Os tradicionais tapetes e procissões a pé não poderão ser realizados.

2. Referente ao gesto concreto

– Neste ano nosso tapete para acolher Jesus Eucarístico será expresso por meio do gesto da partilha. Recomendamos que cada fiel ao fazer sua adoração seja motivado a um gesto de solidariedade, levando ao local de adoração uma doação em prol das pessoas mais necessitadas, pois “é tempo de cuidar”;

 – Recomenda-se, portanto, que todas as paróquias organizem ou fortaleçam as campanhas de alimentos e materiais de higiene, como gesto concreto de amor a Jesus Cristo Eucarístico. É importante que esta ação seja bem motivada pelos meios de comunicação e tudo o que for arrecadado seja destinado às famílias em vulnerabilidade social.

Em intensa espiritualidade eucarística, supliquemos as graças do Senhor, Pão Vivo descido céu, para enfrentarmos este doloroso e difícil momento, sem perder a fé e a esperança.

Teresina – PI, 04 de junho de 2020

Instagram

Redes Sociais

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos!

Doação

BANCO DO BRASIL

AGENCIA: 3285

CONTA: 89624-1

Newsletter

Parceiros